快捷搜索:

Lei de investimento estrangeiro impulsionará entrada de capi

Beijing, 28 mar (Xinhua) -- O investimento de entrada via fus?es e aquisi??es na China deverá atingir US$ 1,5 trilh?o nos próximos 10 anos, segundo um relatório recente.

A entrada do investimento projetado é mais que o triplo do nível dos 10 anos anteriores, com novas leis incluindo a lista negativa atualizada e a liberaliza??o do investimento pela lei de investimento áreas chave como servi?os financeiros e indústrias automotivas, segundo o mais recente relatório da entidade de advocacia global, Linklaters.

O órg?o legislativo nacional chinês aprovou a lei de investimento estrangeiro em 15 de mar?o, em busca de um melhor ambiente de negócios para os investidores estrangeiros.

Charles Jacobs, sócio sênior e presidente da Linklaters, disse que a lei do investimento estrangeiro visa proteger os direitos dos investidores estrangeiros e sua propriedade intelectual, incentivando seus investimentos na China e atualiza??o da cadeia de valor das empresas chinesas.

"Estamos contentes em ver que a China decidiu adotar uma série de novas medidas significativas em rela??o à abertura da sua economia. Essas medidas ampliam o acesso ao mercado, promovem o alinhamento com as regras econ?micas e comerciais internacionais, fortalecem a prote??o dos direitos de propriedade intelectual e reduzem as tarifas de importa??o", disse Jacobs.

O desenvolvimento da economia de consumo na China e o desejo da indústria chinesa de avan?ar na cadeia de valor s?o dois impulsionadores particularmente importantes da oportunidade econ?mica, de acordo com o relatório.

Linklaters apontou que há espa?o para os investidores estrangeiros adotarem várias abordagens de fus?es e aquisi??es e investimentos devido a fatores como a crescente gama de participantes e potenciais parceiros em setores como servi?os automotivos e financeiros, bem como o potencial de participa??o no mercado de capitais via esquemas de conex?o de a??es do país.